Domingo, 21 de outubro de 2018

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Técnico de enfermagem: cuidado e carinho

Publicado em 20.05.2016 15:44

tecnica

O dia 20 de maio é lembrado no país como Dia do Técnico de Enfermagem, profissional que atua diariamente no cuidado e atenção ao paciente. No Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), mais de 1.300 técnicos e auxiliares de enfermagem, garantem a qualidade na assistência ao pacientes. Com sensibilidade, empenho e empatia, os profissionais que são de extrema importância para as instituições de saúde, trabalham em equipe e de forma interdisciplinar.

Há mais de 30 anos atuando como técnica de Enfermagem no HSVP, Nair Sandri Teixeira se diz muito feliz e realizada com a profissão que desde pequena almejava. “Ao longo destes anos acompanhei muitos pacientes e também as mudanças no trabalho do técnico de Enfermagem. O crescimento da instituição, as novas tecnologias, aqui vivemos em constante aprendizado, buscando sempre o melhor para o paciente”, relata Nair, enaltecendo ainda que sua maior recompensa é a melhora dos pacientes. “Para ser um técnico de Enfermagem é fundamental gostar muito do ser humano, pois a humanização no atendimento aos pacientes é o diferencial. A melhor recompensa do dia a dia deste trabalho é chegar para atender o paciente e ver que ele está evoluindo bem, saber que participamos da sua recuperação e que podem seguir suas vidas, isso é muito gratificante”, completa ela.

Assim como Nair, Cassiana Vizzotto, que atua no HSVP há dois anos também se diz feliz em atuar como técnica de Enfermagem. “A relação com o paciente mudou muito nos últimos anos. Com acesso as tecnologias, eles querem saber quais os procedimentos você está realizando, pesquisam e cobram muito de nós profissionais. Por isso, precisamos estar sempre atualizados e preparados para atendê-los da melhor forma possível. Isto não é ruim, é um desafio para melhoramos a cada dia”, destaca a técnica.

A Chefia de Enfermagem do HSVP pontua que atualmente os desafios dos profissionais da enfermagem mudaram, mas que a essência do cuidado humanizado continua. “É preciso ter sensibilidade para desenvolver essa profissão, pois os técnicos são fundamentais no atendimento aos pacientes, sem eles o cuidado não existe. São mais de 1300 técnicos atuando no HSVP, em diversas áreas, 24 horas por dia, auxiliando na recuperação dos pacientes”, evidenciam.

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.