Segunda-feira, 22 de julho de 2019

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Sem vaga na UTI pediátrica, bebê acaba morrendo em Erechim

Publicado em 17.06.2016 15:15

bebe

O Jornal AU Online de Erechim, divulgou nesta sexta-feira, o caso de uma criança de 6 meses que morreu em Erechim, supostamente por falta de vaga em UTI pediátrica e de uma ambulância UTI para remoção a Passo Fundo. Segundo depoimentos da mãe de Grabriela, Andressa Cardoso e da avó, Cleonice da Silva, a demora para encontrar vaga no estado em leito de UTI e da ambulância UTI, resultou na morte da criança. O fato foi registrado no início do mês.

O diretor clínico do Hospital Santa Terezinha, que recebeu a Gabriela com engasgamento na amamentação, disse que toda a estrutura, tanto de recursos técnicos como profissionais, foram disponibilizados para cuidar da criança. O médico Leonel Lanius disse que a administração de vagas em UTI no RS é feito pela Central de Leitos, em Porto Alegre.

A criança, segundo o médico, tinha passado por uma cirurgia cardiovascular recentemente e o quadro dela era grave quando chegou ao hospital pouco antes de 10h. No mesmo dia, por volta de 15h, foi encontrado um leito disponível em Passo Fundo e uma ambulância UTI se deslocava de Carazinho para fazer a remoção, mais que Gabriela não resistiu e acabou falecendo, não por falta de atenção, disse Lanius.

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.