Sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Safra da bergamota no Estado deve chegar a 150 mil toneladas em 2016

Publicado em 22.05.2016 19:08

berga

Com clima favorável, safra deve ser 40 mil toneladas maior do que em 2015. Produtores estão recebendo cerca de R$ 1 por quilo da fruta.

Com o clima favorável, a safra de bergamota no Rio Grande do Sul deve chegar a 150 mil toneladas neste ano, volume que representa 40 mil toneladas a mais do que no ano passado. Grande parte da produção é oriunda do Vale do Caí, responsável por 110 mil quilos. A região tem mais de 200 citricultores, e os pomares da região estão carregados (veja mais no vídeo).

O citricultor Claudio Fernando Kauer cultiva quatro variedades de bergamota e comemora que o clima tenha favorecido a produção. “Temos uma colheita boa, farta. Tem anos que a gente faz de tudo para colher, mas o tempo não colabora”, afirma.

As frutas produzidas em todo o estado abastecem as feiras e supermercados das cidades. Neste ano, os produtores de bergamota estão recebendo R$ 25 pela caixa, cerca de R$ 1 por quilo. Quando a fruta chega ao consumidor, porém, o preço aumenta e pode chegar a R$ 1,98 o quilo.

”Tem os custos agregados. Tem a tributação a mercados estabelecidos e impostos que eles têm. Há um volume de perda, que varia de acordo com cada fruta, com cada espécie, com a qualidade. E tem o lucro do comerciante, seja ele supermercado, banca ou feira. Na verdade, essa sempre foi a fatia maior”, explica Antônio Conte, assistente técnico estadual de fruticultura da Emater.

Mas para quem não abre mão de comer uma bergamota saborosa, Vanderlei Grosz, que trabalha como feirante há 30 anos, diz que o preço deve baixar. “Por enquanto, a tendência é que o preço do quilo baixe mais. Como estamos no período de safra, o preço deve baixar. Quando vai ficando mais escasso, vai subindo. Agora seria o ideal para comprar, ela está boa de sabor, excelente”.

Para celebrar a safra da fruta, a cidade de São Sebastião do Caí sedia a 20ª Festa da Bergamota, que vai até o dia 5 de junho. O evento tem exposições, shows e comercialização da fruta e produtos derivados.

* G1 RS

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.