Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Região segue com calorão e pode ter máximas históricas

Publicado em 08.08.2015 9:04

Madrugada deve seguir quente e máximas podem chegar aos 37°C.

Sol aparece com nuvens no Estado, mas o início do sábado pode ter chuva e temporais isolados em pontos do Sul e da fronteira do Uruguai. Corrente de jato em baixos níveis mantém o vento Norte moderado a forte do Centro para o Oeste. A madrugada será incrivelmente quente para agosto com mais de 25ºC em alguns locais. Já nesta sexta-feira Porto Alegre registrou mínima recorde desde o último século de 22,7°C.

A tarde pode ter 35ºC a 37ºC no Centro do Estado e nos vales. Será um sábado potencialmente de calor histórico e não são descartados recordes de máximas para agosto em algumas cidades. Nas praias, o dia terá sol e será agradável, porém ventoso.

As mínimas rondam os 16°C em São José dos Ausentes e Vacaria. As máximas, por sua vez, podem chegar a 37°C em Santa Cruz do Sul. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 22°C e 36°C.

A intensa corrente de jato em baixos níveis (“corredor de vento forte” a cerca de 1.500 metros de altitude que se origina na Bolívia e desce até o Rio Grande do Sul e o Prata) foi responsável por uma sexta de intenso calor. O “jato” trouxe vento forte de Norte em grande parte do interior com rajadas de 70 km/h a 80 km/h em algumas cidades. Santa Maria teve queda de árvores.

O jato ainda determinou mínimas altíssimas e atípicas em agosto. Alguns bairros da Capital amanheceram com 25ºC. Campo Bom passou quase toda a madrugada com 27ºC e 28ºC. Em Santa Rosa, a mínima de 25,3ºC foi a mais alta do ano. Já no bairro Languiru em Teutônia, a mínima de 26,4ºC foi a mais alta desde 25/12/2012.

A alimentação de ar muito quente com a corrente de jato fez a instabilidade explodir no Uruguai com temporais intensos de chuva, raios, vento e granizo grande no país vizinho. O calor segue na primeira metade da próxima semana, antes do retorno da chuva e da queda de temperatura com o ingresso de uma massa de ar mais frio.

Fonte: Correio do Povo

 

 

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.