Terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Exportações de carne de frango mantém alta em 2016

Publicado em 02.09.2016 12:34

As exportações brasileiras de carne de frango mantiveram o ritmo positivo no ano, apesar da retração registrada em agosto.  De acordo com números levantados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), considerando todos os produtos (in natura e processados), foram embarcadas 2,993 milhões de toneladas entre janeiro e agosto deste ano, volume 6,15% superior ao registrado no mesmo período de 2015.

No oitavo mês do ano, entretanto, houve queda de 4,6% na comparação com o ano anterior, com 364,5 mil toneladas em agosto de 2016.

“Verificamos que alguns grandes compradores da Ásia e Oriente Médio diminuíram os níveis de importação.  Em sentido contrário, mercados como o Egito ajudaram a reduzir o impacto desta retração. ”, destaca Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.

Seguindo a mesma comparação, no saldo cambial houve retração de 5,3% em agosto (com US$ 615,8 milhões neste ano) e de 5% no acumulado dos oito primeiros meses deste ano, com US$ 4,6 bilhões.

No resultado em reais, houve decréscimo de 13,5% em agosto, com total de R$ 1,976 bilhão.  Apesar disto, o saldo do ano permaneceu positivo, chegando a R$ 16,4 bilhões, 9,35% a mais que o obtido entre janeiro e agosto de 2015.

“Deve-se observar que o preço médio, agora em torno de US$ 1,7 por quilo, pela primeira vez do ano, alcança nível semelhante ao praticado no começo ano passado, apontando para um processo de necessária recuperação.  Isto, no entanto, não alivia a pressão dos custos sofrida pelo setor desde janeiro que, juntamente com a situação cambial, também refletiu na redução dos volumes embarcados”,  destaca Ricardo Santin, vice-presidente de mercados da ABPA.

Carne suína in natura – Já as exportações brasileiras de carne suína in natura seguem em forte alta neste ano.  Em agosto foram embarcadas 57,5 mil toneladas, volume 36,6% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.  No acumulado entre janeiro e agosto de 2016 o setor registrou elevação de 41,4%, com 411 mil toneladas.

“Neste mês vimos Rússia, China e Hong Kong com fortes compras, em nível superior ao registrado no mesmo período do ano passado”, explica Rui Eduardo Saldanha Vargas, vice-presidente técnico da ABPA.

Com estes números, o setor obteve uma receita cambial de US$ 127 milhões em agosto, saldo 19,8% superior registrado no oitavo mês de 2015. No ano, a alta é de 7,7%, com US$ 812,2 milhões alcançados nos oito primeiros meses de 2016.

Já em reais, o resultado do setor chegou a R$ 407,5 milhões em agosto (+9,4%) e R$ 2,878 bilhões entre janeiro e agosto (+22,6%).

“Assim como o setor de aves, os embarques de suínos também vêm se recuperando com relação ao preço médio em dólar, atualmente em torno de US$ 2,2 por quilo, o que dever ser uma tendência face aos custos dos grãos e o cenário cambial”, completa Santin.

 

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.