Quinta-feira, 19 de abril de 2018

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Homem é executado na ERS 324 e mulher atingida por tiros

Publicado em 08.11.2016 8:25

pont

No final da tarde desta segunda-feira (07), um homem foi morto e uma mulher ficou gravemente ferida após ser atingida por tiros na ERS 324, em Pontão.

De acordo com o relato policial, o Vilmar Joaquim Ferreira, vulgo “Macaquinho” de 33 anos, e sua esposa Maria Tereza dos Santos Fogassa, de 34 anos, estavam trafegando com uma motocicleta pela rodovia no trecho entre Pontão/Ronda Alta, quando foram interceptados por dois indivíduos que se aproximaram tripulando um automóvel.

Os criminosos derrubaram as vítimas com a moto em uma valeta e efetuaram diversos disparos de arma de fogo. Após a ação, fugiram em direção à Pontão.

Mesmo ferida, a mulher conseguiu ir para a pista e pedir socorro, recebendo a ajuda dos motoristas que passavam pelo local e que informaram a ambulância do município, como também a Brigada Militar.

Devido a gravidade dos ferimentos e estar consciente, os policiais colocaram a Maria Tereza na viatura e levaram rapidamente até o Hospital São Vicente de Paulo em Passo Fundo, onde permanece internada em estado de saúde grave. Ela foi atingida por dois tiros, um no rosto e outro nas costas.

A equipe de socorristas tentou reanimar o Macaquinho, porém ele não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no interior da ambulância da Prefeitura de Pontão.

Os agentes da Delegacia Especializada em Homicídios e Desaparecidos da Polícia Civil de Passo Fundo, coordenados pela Delegada Daniela de Oliveira Minetto e pelo chefe de investigações Inspetor Volmar Menegon, estiveram no local realizando as primeiras diligências e conseguiram desvendar a autoria dos crimes. Os suspeitos não foram encontrados, porém a motivação é uma rixa entre famílias.

Inclusive, as informações é de que familiares dos assassinos se envolveram em um acidente de trânsito ao tentar escapar de uma possível represália por parte da família das vítimas.

Vilmar Joaquim Ferreira, o vulgo “Macaquinho” possuía uma extensa ficha criminal e era investigado por policiais da 2ª DP de Passo Fundo por cometer diversos crimes, principalmente roubo e furto a propriedades rurais na região, além de tráfico de drogas.

*Rádio Uirapuru

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.