Terça-feira, 23 de julho de 2019

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Biblioteca Móvel: leitura como aliada do tratamento de pacientes no HSVP

Publicado em 25.05.2016 9:38

biblio

A leitura tem o poder de nos transportar, folhando páginas podemos desbravar novas cidades, países e até outros mundos. Além disso, ler transmite conhecimento e através de palavras podemos nos encontrar com outras pessoas. Há mais de 10 anos no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, a leitura também é uma aliada no tratamento e recuperação de muitos pacientes. Através do Projeto Biblioteca Móvel, pacientes e familiares encontram em livros e revistas, momentos de tranquilidade e palavras de ânimo para enfrentar uma espera ou se distrair enquanto estão internados.

Criado pela enfermeira Maria Oneide Assonálio, na Unidade de Internação Posto 3 do HSVP, o projeto consiste em espalhar revistas, jornais e alguns livros, em bibliotecas nas unidades de internação e salas de espera do hospital. “As bibliotecas móveis são muito importantes para quem está internado, pois além de entreter, distrair, são um incentivo à leitura e ao conhecimento. Os pacientes e familiares podem desligar-se do ambiente hospitalar e diminuir angústias, estresse e ansiedade através das páginas de revistas ou livros”, explica a enfermeira coordenadora do projeto, Michele da Silva Lara.

Michele conta ainda que, muitos pacientes vão a outras unidades encontrar novas revistas para ler. “Como estão espalhadas por todo o hospital, os familiares ou pacientes quando podem sair do quarto, vão em busca de novos materiais para a leitura. Ver isto é bem gratificante, pois percebemos que algo simples, ajuda muito na rotina dos pacientes”, enaltece, contando ainda que, acervo é oriundo de doações. “Contamos com a ajuda da comunidade para abastecer as bibliotecas. Também alguns pacientes ficam internados, conhecem o projeto e quando voltam para fazer uma reconsulta trazem sua contribuição”.

As revistas foram aliadas de João Magri durante os 30 dias em que ele ficou internado e por isso, quando precisou retornar ao hospital ele trouxe sua doação. “Melhor coisa que podia ter dentro de um hospital são essas bibliotecas. Ajuda a passar o tempo, a distrair, além do conhecimento que podemos adquirir. Eu gostei muito e sempre que tenho revistas ou jornais trago para doar”, conta. Para os acompanhantes o projeto também é uma maneira de distração. “É um projeto simples, mas que faz toda a diferença para quem está aqui. Você vai lá, pega uma revista, lê, se distrai e também pode esquecer um pouco deste ambiente”, relata o filho de João, Anderson Magri.

Sua doação é bem-vinda

No HSVP são mais de 30 bibliotecas móveis espalhadas por diversos setores e por isso também, existe uma grande demanda de revistas. “Precisamos de doações. Contamos com a ajuda da comunidade para auxiliar no projeto. Hoje podemos ser doadores e talvez amanhã vamos usufruir das bibliotecas”, enfatiza Michele.

Quem tiver interesse em colaborar pode entrar em contato com o setor de Comunicação Social do HSVP pelo telefone (54) 3316-4044 ou trazer as doações até o hospital.

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.