Sábado, 15 de dezembro de 2018

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Profissional de Segurança do Trabalho: Um verdadeiro investigador de riscos

Publicado em 13.04.2017 8:51

O Profissional de Segurança do Trabalho é uma espécie de investigador do ambiente laboral com o objetivo de identificar as pistas dos fatores que podem trazer prejuízos à saúde do trabalhador.

Para facilitar nesta investigação, algumas evidências se destacam e não podem ser esquecidas. Vejamos algumas:

– A intensidade ou concentração dos riscos presentes no ambiente de trabalho – quando o investigado, ou melhor, o risco ambiental tem um limite de tolerância e consequentemente um nível de ação, há pelo menos um parâmetro para nos apoiar, porém em diversos casos o culpado não está tão exposto e serão necessárias várias horas de investigação e um verdadeiro trabalho de inteligência para solucionar este problema.

Para cumprir com diligência a missão, podemos utilizar critérios qualitativos que nos darão condições de identificar quais são os principais suspeitos.

– O tempo de exposição – mesmo quando descobrimos o meliante, precisamos saber por quanto tempo ele está perturbando o nosso trabalhador ou agindo até mesmo de forma agressiva, para isto será necessário uma longa tocaia com o intuito de obter esta informação.

– A natureza do contaminante – os criminosos identificados, ou melhor, os riscos, possuem características próprias que podem trazer maior ou menor prejuízo aos trabalhadores. Como por exemplo, sua solubilidade, volatilidade, inflamabilidade etc.

Então quando o identificarmos devemos conduzi-lo coercitivamente para a sala de interrogatório e sem pena conseguir todas as informações. Além de solicitar a ajuda de informantes, como higienistas, médicos e outros colegas com maior experiência sobre o caso.

– Características pessoais – cada trabalhador tem suas próprias limitações e para conseguir verificar se os riscos que investigamos não trarão problemas, precisamos fazer um verdadeiro retrato falado com as características particulares de cada indivíduo, mas para isso iremos pedir a ajuda do médico do trabalho que irá analisar individualmente cada vítima, ou melhor, o trabalhador, considerando sua idade, sexo, condições de saúde, hábitos alimentares etc.

Ao final poderá nos fornecer um dossiê setorial dos problemas identificados na nossa empresa.

– Fatores ambientais – os riscos podem ter diversos comparsas que podem potencializar suas ações, dentre estes temos a temperatura ambiente, a umidade relativa do ar, pressão atmosférica. Esta gang pode ser bem maior dependendo do ambiente de trabalho.

Depois de tudo isso é só colocar o risco no camburão e levar direto para o xadrez com pena inafiançável. Mas não se esqueça de ficar monitorando, porque é sujeito de alta periculosidade, mas caso ele venha a escapar, levante todos os controles existentes e reforce as defesas. Este Artigo foi escrito por Mário Sobral para o Jornal Segurito.

 

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.