Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Grande público acompanhou o Campeonato Brasileiro de Motocross em Marau

Publicado em 13.05.2015 15:51

Com uma grande presença do público e muitos pilotos inscritos foi realizada nesse fim de semana, 9 e 10, a abertura do Campeonato Brasileiro de Motocross para as categorias MXF, MX4, 65cc e 50cc. A competição aconteceu em conjunto com a quinta etapa do Rinadli Gaúcho de Motocross na cidade de Marau/RS.

Este ano no Brasileiro de Motocross (50cc, 65cc, MX4 e MXF), as provas acontecem em parceria com as Federações Estaduais. A etapa de abertura em Marau foi realizada em parceria com a FGM (Federação Gaúcha de Motociclismo). O presidente da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Firmo Henrique Alves, acompanhou de perto a disputa na cidade de Marau (RS). “A abertura do Campeonato foi um sucesso e a FGM, através de seu presidente Paulo Della Flora, está de parabéns pela organização. Nós temos a confiança de que o Brasileiro de Motocross realizado em conjunto com os estaduais dará muito certo. É uma parceria que renderá bons frutos para a modalidade”, ressalta o presidente da CBM.

No sábado além dos treinos livres e cronometrados, aconteceram cinco disputas de categorias válidas pelo Gaúcho de Motocross: Novatos Importadas, 230cc Nacional, MX2 Jr., 50cc e Intermediária MX1. As provas encerraram no final da tarde. A expectativa para o domingo ficou por conta da chuva que aos poucos se aproximou da região.

No domingo os pilotos tiveram que encarar a pista pesada e alguns pontos de barro devido a chuva que, de forma mansa e em baixo volume, caiu durante a madrugada. O terreno da pista ficou firme durante a realização do warm up.

A categoria MXF foi a primeira a linhar no gate, a atual campeã,  Stefany Serrão saiu na frente e venceu a prova de ponta a ponta começando a temporada na liderança. Maiara Basso ficou com a segunda colocação e Brunna Avila com a terceira.

Bruno Schmitz (Três Passos) largou na frente da categoria Júnior e não deu chances para os concorrentes, com uma prova tranquila e segura cravou mais uma vitória e manteve os 100% de aproveitamento no campeonato. Felipe Moraes (Marau) foi o segundo, Felipe Migliorini terceiro.

Na MX4, o atual campeão da categoria, Milton Becker, o Chumbinho, levou a melhor e subiu no lugar mais alto do pódio. Richard Berois ficou com a segunda colocação, seguido por Walter Tardim, Erivelto Nicoladelli e Willian Guimarães.

A grande disputa do dia ficou para a MX2. Gabriel Carbonera (Sananduva), Mateus Basso (Gentil) e Gustavo Roratto (Santa Rosa) deram um show na disputa da categoria. Carbonera largou na frente e manteve a liderança com uma certa tranquilidade até a metade da prova, Mateus teve Roratto, líder do campeonato, como sua sombra desde a primeira curva. Assim que assumiu a segunda colocação Roratto começou a diminuir a vantagem que Carbonera abriu na ponta até que a poucas voltas do final, numa tentativa de ultrapassagem o santa-rosense foi ao chão. Carbonera, vice-líder da categoria no campeonato, aguentou muito bem a pressão, muito concentrado e sem erros venceu a prova de ponta a ponta e assumiu a liderança da categoria na competição.

Depois de ter vencido a 50cc válida no sábado pelo Gaúcho de Motocross, Rafael Becker (Itapiranga/SC) repetiu a dose no domingo ao vencer a 50cc válida pelo Brasileiro. Garmichel Giehl (Dois Irmãos) foi o segundo, Ivo Konell (Jaraguá do Sul/SC) o terceiro, Bruno Chavier (Chapecó/SC) o quarto e Gustavo Hatleben (M. Cândido Rondo/PR) o quinto.

Com mais uma vitória e 100% de aproveitamento na categoria MX3, Marcos Campos Cordeiro (Araranguá/SC), praticamente coloca as mãos no título. Desta vez Cordeiro fez uma boa largada saindo na segunda colocação atrás de Milton “Chumbinho” Becker (Joinvile/SC), com um ritmo muito forte assumiu a liderança da prova antes da primeira metadade mantendo até final, Chumbinho foi o segundo, Willians Guimarães (Londrina/PR) foi o terceiro, Walter Tardim (Nova Petrópolis/RJ) o quarto e Fabiano Ribeiro (Passo Fundo) o quinto.

Leonardo Dambrós (Gentil) voltou a vencer uma etapa do campeonato Gaúcho. Dono do melhor tempo no treino cronometrado da Intermediária MX2, Leonardo teve que superar Mateus Kunz (Machadinho) que assumiu a ponta da prova na largada. O líder da categgoria no campeonato, Andrio Sebben (Farroupliha), fehcoou a prova na terceira colocação, Vanderlei da Silva (Três Passos) e Leonardo Tenedini (Porto Alegre) completaram o pódio.

Dono do melhor tempo nos cronometrados, Carlos Eduardo Baltazar (Torres) construiu a vitória na categoria 65cc assim que o gate caiu. O piloto venceu a prova de ponta a ponta e largou na frente dos adversários na briga pelo título. Pedro Augusto Morais (Marau), Gabriel Andrigo (Marau), Jose Pedro Filho (Atibaia/SP) e Henrique Henicka (Lajeado) fecharam o pódio.

Com duas vitórias em duas baterias, o paulista Thales Vilardi foi o vencedor da categoria MX Pró. Thales participou como piloto convidado e não pontuou no campeonato. Na briga pelo título Mateus Basso (Gentil) levou a melhor e, após ficar em segundo nas duas baterias e na segunda colocação da prova, somou cinqüenta pontos que o mantém na liderança da MX Pró. Gustavo Roratto fechou a primeira bateria em terceiro e mesmo sofrendo uma queda na segunda bateria ficou com a terceira colocação na geral, Luis Henrique Zottis (Passo Fundo) mostrou muita regularidade e foi o quarto colocado na soma geral dos pontos. O vice-líder da MX Pró no campeonato, Gabriel Carbonera (Sananduva), foi o quarto colocado na primeira bateria e veio com a faca nos dentes para a disputa da segunda. Com um ritmo muito forte cehgou a andar na frente de Mateus Basso, mas acabou ficando no meio do caminho depois de ter problemas na moto e terminou em nono, na soma geral Carbonera fechou na quinta colocação.

 

Confira os  primeiros colocados de cada categoria do domingo:

MXF 1º – Stefany Serrão – São Paulo/SP 2º – Maiara Basso – Mato Castelhano 3º – Brunna Avila – Guarapuava/PR –

MX4 1º – Milton Becker – Joinvile/SC 2º – Richard Berois – São José/SC 3º – Walter Tardim – Nova Friburgo/RJ 4º – Erivelto Nicoladelli – Orleans/SC 5º – Willian Guimarães – Londrina/PR

Júnior 1º – Bruno Schmitz – Três Passos 2º – Felipe Moraes – Marau 3º – Felipe Migliorini – Marau 4º – Rhuann Avila – Guarapuava/PR 5º – Marcelo Fernandes Silva – Goiania/GO

50cc (Brasileiro) 1º – Rafael Becker – Itapiranga/SC 2º – Garmichel Giehl – Dois Irmãos/RS 3º – Ivo Konell – Jaraguá do Sul/SC 4º – Bruno da Cruz – Chapecó/SC 5º – Gustavo Hatleben – Marechal Candido Rondon/PR

Intermediária MX2 1º – Leonardo Dambrós – Gentil 2º – Mateus Kunz – Machadinho 3º – Andrio Sebben – Farroupilha 4º – Vanderlei da Silva – Três Passos 5º – Leonardo Tenedini – Porto Alegre

65cc 1º – Carlos Eduardo Baltazar – Torres 2º – Pedro Augusto Moraes – Marau 3º – Gabriel Andrigo – Marau 4º – José A. Pedro Filho – Atibaia/SP 5º – Henrique Henicka – Lajeado

MX3 1º – Marcos Campos Cordeiro – Araranguá/SC 2º – Milton Becker – Joinvile/SC 3º – Willian Guimarães – Londrina/PR 4º – Walter Tardim – Nova Friburgo/RJ 5º – Fabiano Ribeiro – Passo Fundo

MX2 1º – Gabriel Carboneira – Sananduva 2º – Gustavo Roratto – Santa Rosa 3º – Mateus Basso – Gentil 4º – Leonardo Dambrós – Gentil 5º – Lucas Basso – Gentil

MX Pró 1º – Thales Vilardi – São Paulo/SP 2º – Mateus Basso – Gentil 3º – Gustavo Roratto – Santa Rosa 4º – Luis Henrique Zottis – Passo Fundo 5º – Gustavo Roratto – Santa Rosa
A FGM pega o rumo da cidade de Nicolau Vergueiro, na região norte do Rio Grande do Sul, onde realizará neste final de semana, 16 e 17 de maio, a segunda etapa do Rinaldi Gaúcho de Velocross.

Texto e fotos: André Charão/Assessoria de Comunicação FGM

moto3 moto2 moto

 

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.