Terça-feira, 17 de setembro de 2019

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

Sobe o preço da cesta básica em cidades da região

Publicado em 09.06.2016 9:45

A quantidade de itens pode ter sido reduzida pelos consumidores, mas os valores têm aumentado a cada compra no supermercado. O acréscimo acumulado no mês de maio é de 1,15% no custo dos produtos que compõem a cesta básica de uma família típica passo-fundense, conforme o boletim do Centro de Pesquisa e Extensão da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis da Universidade de Passo Fundo (Cepeac/UPF).
De acordo com a pesquisa, no mês de abril, foram necessários R$ 811,97 para a aquisição da cesta, ao passo que em maio o custo foi de R$ 821,28, o que representa um aumento de R$ 9,31 por cesta. A evolução do custo da cesta básica passo-fundense apresentou, no último ano, um acréscimo de 15,32%, passando de R$ 712,19 em maio de 2015 para R$ 821,28 em maio de 2016, ou seja, uma alta de R$ 109,09.

Dos produtos pesquisados, entre os dez itens que obtiveram maior alta de preços, sete pertencem ao grupo da alimentação e três ao grupo de higiene pessoal. Por sua vez, entre os dez itens cujos preços apresentaram maior queda, oito pertencem ao grupo da alimentação, um ao grupo de higiene pessoal e um ao grupo de limpeza doméstica.

Os produtos que acumularam maiores altas de preços no mês foram: tomate, batata-inglesa e cebola, com preços majorados em 18,43%, 16,92% e 14,07%, respectivamente. Já os produtos de maior queda foram: mamão, cenoura e banana, com preços reduzidos em 18,91%, 9,77% e 7,36%, respectivamente. Dos 42 produtos que compõem a cesta básica passo-fundense, 26 sofreram aumento de preço e 16 tiveram seus preços reduzidos. Dos 31 produtos que compõem a cesta de alimentação, 18 tiveram aumento de preço e 13 apresentaram redução de preço.

CARAZINHO

Foi divulgada mais uma pesquisa da cesta básica de Carazinho referente ao mês de maio. A pesquisa é realizada mensalmente, no último dia útil de cada mês, em cinco supermercados de nossa cidade, de forma sistemática pelos acadêmicos do Curso de Administração e Enfermagem – Ulbra Carazinho. Após a coleta dos dados, os mesmos são interpretados e analisados pelo professor Gilmar Mantovani Maroso.

Segundo a pesquisa, no mês de maio o valor da cesta básica ficou em R$ 1.148,15, um aumento no mês de R$ 22,91 em comparação com o mês de abril, ficando na casa de 2% o aumento.

Dos 48 produtos que compõe a cesta básica, 18 deles apresentaram variações positivas em seus preços, 24 itens sofreram queda de preços e 6 produtos não tiveram alteração em relação ao mês de março de 2016.

O destaque de queda de preço foi os hortifrutigranjeiros, os quais nos últimos meses tiveram reajustes de preços significativos, em especial a batata, cenoura e tomates, em maio os preços desses produtos tiveram redução. O produto que teve a maior queda, foi a laranja, seguida da cenoura, batata inglesa, pão e fosforo.

Entre os que mais aumentaram de preços, segundo a pesquisa está o feijão preto, patê, maçã, alface e sabonete.

O acompanhamento de preços dos itens que compõe a cesta básica teve início no mês maio de 2002.

*Portal Gazeta e Rádio Planalto

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.