Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Facebook Twitter Instagram

<< Voltar

“A Sanidade é a chave que abre as portas de qualquer mercado”, diz Francisco Turra, Presidente da ABPA

Publicado em 30.07.2015 12:46

Como quarto maior produtor e exportador, o Brasil comemora o bom momento vivido pelo setor da avicultura e a suinocultura sem deixar de ressaltar a importância da sanidade. Esse foi um dos principais assuntos discutidos e discursados por autoridades presentes hoje (28/07), no Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS), realizado no Anhembi Parque, em São Paulo (SP).  O evento, que aconteceu no Palácio de Convenções do Anhembi, teve a participações dos governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin, do Paraná, Beto Richa, de Goiás, Marconi Perillo, de Santa Catarina, Raimundo Colombo e do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, além da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, e do Ministro da Secretaria de Portos, Edinho Araújo. Deputados, senadores, lideranças do agronegócio e empresários da cadeia produtora e exportadora de proteína animal também estiveram presentes.

Em seu discurso de abertura, o presidente executivo da ABPA, Francisco Turra ressaltou os números positivos que os dois segmentos de proteínas trouxeram para o Brasil em um momento em que demais setores vivem passam por dificuldades. “Estamos com voltados os olhos para o futuro. E se as previsões e se confirmarem, as previsões traçadas pela FAO que nos precisaremos produzir 70% a mais de alimentos até o ano de 2050 e 40% desses alimentos viram deste País, chamado Brasil, teremos muito para crescer. Entretanto, nem sempre aproveitamos a oportunidade que o mercado nos oferece, uma vez que temos limites de logísticas, burocráticos e até da legislação nem sempre adequada à realidade brasileira, uma legislação inflexível dura e custosa e que desafia os nossos empreendedores. Mas, continuaremos gerando emprego e disseminando renda em todos os quadrantes desse País e preservando o meio ambiente”, ressaltou Turra.

“Todas as conquistas foram proporcionadas pela questão da sanidade conquistada, somos o único País entre os grandes produtores a nunca registrar um só foco de doença aviária. O País está livre das duas enfermidades – a PED e a peste suína africana. Por essa razão, a sanidade é a chave que abre as portas de qualquer mercado, neste caso, não podemos falhar uma vez que é da sanidade do nosso país que depende os milhões de empregos gerados pelo setor”, afirma.

Durante a solenidade, a ministra Kátia Abreu também ressaltou a importância da sanidade na cadeia das aves e dos suínos e apontou que o ponto mais importante e a função verdadeira de seu Ministério da Agricultura é a defesa agropecuária. “Não adianta infraestrutura, mercado e inovação caso não tenhamos cuidado com a defesa agropecuária do País. Atualmente, o ministério trabalha outros impasses e demandas, mas de longe a defesa agropecuária é o ponto alto do ministério”, afirmou Kátia Abreu, durante o seu discurso.

“O orçamento do Mapa no Brasil é um só e quem elege as prioridades do ministério ou é o presidente da república e o ministro do Estado. Neste caso, o dinheiro que sobrar para eu administrar ser for um R$ 1, ele será investindo na defesa da agricultura”, ressaltou a ministra.

As dinâmicas internas e externas do setor de proteína animal seguem com programação intensa no Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS) da ABPA, até o dia 30 de julho de 2015, no Parque Anhembi, em São Paulo (SP)O evento conta com exposição de empresas das cadeias produtivas da avicultura e suinocultura brasileiras. A programação inclui uma série de palestras técnicas e conjunturais. Além das cadeias produtivas suinícola e avícola que entram em contato com novas ideias, novas tecnologias, novos mercados e estudos sobre tendências nas áreas de produção, industrialização e consumo.

O SIAVS também será palco do Congresso Brasileiro de Avicultura e Suinocultura, com mais de 70 palestrantes renomados do Brasil e de países da América Latina e Europa, debatendo questões técnico-sanitárias e conjunturas das cadeias.  Projetos especiais em parceria com a Apex-Brasil e o tradicional Projeto Produtor fazem parte da programação.

Promovido pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) o SIAVS é a maior feira dos setores de aves e de suínos do país, com a participação de agroindústrias produtoras de aves, ovos e carne suína, casas genéticas, empresas de equipamentos, fornecedores de insumos, logística, laboratórios, certificadoras e outros segmentos da cadeia de proteína animal.

turra

Relacionado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.